NOTÍCIAS - A | + A

FOI COM EMOÇÃO! 12.06.2022 | 23h:23

Mixto bate o Cacerense nos pênaltis e é Campeão da Série B 2022

O duelo da grande final foi realizado na noite deste domingo (12) no estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha

Por: WISLEY TOMAZ/ PNBONLINE

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

O Mixto derrotou o Cacerense nas penalidades máximas e levou o Campeonato Mato-grossense da Série B 2022. Em duelo da grande finalíssima realizado na noite deste domingo (12) no estádio Eurico Gaspar Dutra - o Dutrinha - o Tigre teve raça e sangue frio para vencer a partida em uma disputa de pênaltis emocionante, com brilho do goleiro Elias, que saiu ovacionado pela torcida após defender duas cobranças.  

 

As duas equipes finalistas agora estarão na Série A, em 2023, e também classificadas para a Copa FMF, que acontece ainda este ano.   

 

No tempo normal a partida terminou empatada em 1 a 1, com Pikachu marcando para o Mixto, aos 7 minutos do primeiro tempo, e João Silva empatanto aos 18 da etapa complementar. O resultado veio coroar a melhor campanha da competição, já que o Alvinegro foi campeão invicto, com o melhor ataque, melhor defesa e mais pontos somados.   

 

De acordo com o técnico Odil Soares, o jogo foi bem disputado, mas era esperado que o Cáceres iria endurecer. “Ser campeão pelo Mixto é diferente, ainda mais com a presença dessa bela torcida, que nunca abandou o time em nenhuma situação. Não foi uma partida fácil, o time deles estava bem montado, mas no final deu tudo certo”.   

 

O Jogo   

 

O Mixto iniciou a partida indo para cima, tanto que aos 2 minutos o atacante Toninho já havia feito um gol, que acabou anulado por ele estar em condições de impedimento. Aos 6, o camisa 9 recebeu livre e bateu bem colocado, mas o goleiro do Cacerense se esticou e foi buscar. Na sequência, aos 7, após cobrança de escanteio a bola sobrou para  Pikachu, que fez 1 a 0 para o Tigre.  

 

O Cáceres então tentou dar uma resposta e aos 12 minutos quase chega ao empate, após cobrança de falta. A partir de então o jogo ficou mais morno, com o Mixto procurando administrar e desperdiçando algumas chances de ampliar. Aos 24 o meia Peixinho fez bela jogada, bateu no ângulo, mas o goleiro Rafael foi buscar. Aos 27, Toninho tentou de bicicleta, mas a bola acabou saindo. Aos 38 o Cacerense fez mais uma tentativa, que novamente acabou nas mãos do goleiro Elias.   

 

A etapa complementar começou com o Mixto novamente indo para o ataque, com Pikachu se livrando da marcação e chegando com perigo logo aos 4 minutos. Na sequência, aos 13, Pikachu lançou o atacante Luan, que havia acabado de entrar, mas ele acabou trobando com o goleiro e não deu sequência à jogada.   

 

Aos 16 minutos Luan foi lançado e sozinho, de frente para o gol, não conseguiu ampliar. Logo em seguida, ao 18, em uma cobrança de escanteio o Cacerense empatou a partida com um gol de cabeça do zagueiro João Silva: Mixto 1 X 1 Cacerense.   A partir de então o jogo ficou mais nervoso, com o Mixto  tentando a todo custo fazer mais um gol e o Cacerense se defendendo, claramente querendo levar a partida para a penalidade máxima, e foi o que aconteceu. O juiz encerrou o jogo após 5 minutos de acrescimo e o duelo partiu para a emoção. 

 

O mixto então venceu o jogo com cinco panalidades convertidas e apenas uma desperdiçada. O Cacerence fez quatro e errou duas, consagrando o goleiro Elias, que pegou dois pênaltis.   

 

Marcaram para o Mixto: Odail Júnior, Lucas Kattah, Pikachu, Juliano e Odair Júnior. Luan errou a cobrança. 

Já no Carerense, converteram suas penalidades: Guilherme Eloy, Jean Neves, Felipe Douglas e Mateus Alex. Erraram: Max Jesus e Eloison.      

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS



ENQUETE

Depois do jogo da estreia, você acha que o Mixto consegue o acesso para a Série A do Estadual em 2023?